Ferramentas Pessoais

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Entrada / Estórias e Memórias / Estórias / Canastras Florais

Canastras Florais


 Tradições, usos e costumes, são uma herança social que deveremos interiorizar como uma cultura adquirida dos comportamentos humanos e o resultado desses comportamentos.

Ao abordar este assunto, trata-se de elementos que a sociedade veio adquirindo e que assimilou através do tempo, com naturais alterações mas que fazem parte da vida da sociedade e para que a cultura se mantenha viva na coletividade é muito importante que se transmita aos novos membros toda a experiência experimentada dos nossos antepassados e da nossa própria experiência, se não se concretizar se não se transmitir um elemento cultural, decerto que deixará irremediavelmente de fazer parte da cultura da coletividade.

A cultura das nossas gentes deverá constituir património de todos e para todos, não basta apenas num grupo restrito de indivíduos mas sim de toda a gente.

A inovação cultural, ou seja, o aparecimento de uma nova técnica ou nova forma de comportamento, terá que permanecer na mente de todos para que depois de recolhidos todos os dados, se transformem num meio de transmissão de cultura, exige que todos intervenham na sua divulgação dando-lhe vida, movimento e cor. As Canastras Florais Maiatas, são um exemplo de uma tradição antiquíssima das terras da Maia, que importa registar no papel para que toda a comunidade e aos novos elementos que pretendam e queiram saber que existiu no concelho da Maia. Sabemos que se faziam nas freguesias de Gemunde, Milheirós, Moreira, Nogueira, Silva Escura e Vila Nova da Telha.

Pretendemos com este humilde trabalho de pesquisa, captar algum conhecimento sobre a religiosidade do povo da região da Maia, embora saibamos que não abordamos o tema na sua totalidade e estamos conscientes que tratar o problema da religião de um povo é, entrar num denso nevoeiro e num terreno escorregadio.

A espécie humana sempre tentou materializar as suas crenças, os seus costumes e vitórias do pensamento. O símbolo, o mito e o rito, sempre estiveram presentes na mente do homem a partir do momento que teve a consciência da sua existência, prolongando-se e desenvolvendo-se em teoria e, a prática desta filosofia de pensamento também sofreu profundas alterações na mente complexa que o homem vai desenvolvendo através dos tempos.

A materialização da fé manifesta-se de variadas formas, pelo que os atos religiosos são encarnados em oferendas, procissões, Festas e Romarias.

Assim, vamos tentar mostrar como é que as gentes de algumas freguesias do Concelho da Maia, tentaram agradar a todos os Santos Anjos e Arcanjos do céu, mas sempre de olhos postos em Jesus Cristo e sua mãe Virgem Maria.
 


Não

Não

Imagem corrente JPEG image — 44 KB

Armando Tavares