Ferramentas Pessoais

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Entrada / Estórias e Memórias / Ilustres Maiatos / Dr. Manuel Ferreira Ribeiro

Dr. Manuel Ferreira Ribeiro


Natural de Rebordãos, Águas Santas, nasceu em 25 de Janeiro de1839. Frequentou o Colégio da Formiga, o Liceu Nacional do Porto, tendo concluído, com 19 anos, a formação em Teologia Dogmática. Matricula-se na Academia Politécnica do Porto e, depois, na Escola Médico-Cirúrgica do Porto. Já formado, casa-se com D. Maria Carlota Sieuve de Séguier, neta de Rodrigues Sampaio, e parte para S. Tomé, que era, à altura, o território ultramarino mais desprovido de assistência médica.

Começa aí quatro «vidas», a de médico, de investigador, de jornalista e de escritor, que o haveriam igualmente de levar a Angola.

Dedicando-se mais tarde ao ensino, foi professor de Higiene Colonial no Real Instituto de Lisboa e na Escola Superior Colonial. Instalou e dirigiu, no Ateneu Comercial de Lisboa um gabinete de Antropometria.

Condecorado com as ordens de Nª. Sª. da Conceição, de Cristo e de S. Tiago, possui, na sua folha de serviços, mais de 50 louvores de distintas entidades e instituições.

É o precursor, tendo lançado as suas bases, da higiene colonial, da medicina preventiva e da profilaxia tropical; fundou o primeiro jornal de S. Tomé – O Equador; foi o primeiro a aplicar, em Portugal, as medidas antropométricas; iniciou a docência de higiene tropical no nosso País; desenvolveu e consolidou a aplicação do quinino no tratamento da malária. Mas não só. Tem frequentes incursões em áreas tão distintas como a Psicologia, a Antropologia e a História.

Publicou inúmeros trabalhos, por entre livros e artigos.

Morre em Lisboa em 16 de Novembro de 1917, muito amargurado pela falta de reconhecimento e pelas muitas injustiças de que foi alvo.

Não deixou fortuna que chegasse sequer para pagar o seu próprio funeral.


Não

Não