Ferramentas Pessoais

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Entrada / Notícias e Eventos / 17º FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO CÓMICO DA MAIA

17º FESTIVAL INTERNACIONAL DE TEATRO CÓMICO DA MAIA

A 17ª Edição do Festival Internacional de Teatro Cómico da Maia vai realizar-se no período compreendido entre 7 e 16 de Outubro de 2011. Este Festival, que é o maior do País no seu género e um dos maiores festivais de Teatro da Península Ibérica, é uma iniciativa inteiramente suportada pela Câmara Municipal da Maia e tem, desde o seu início, como entidade produtora o Teatro Art’Imagem, relação que representa uma das mais longas parcerias de Portugal, estabelecida entre uma Autarquia Local e uma Companhia de Teatro Profissional, não residente.


O Festival Internacional de Teatro Cómico da Maia soube impor-se no panorama cultural português porque apostou em três linhas-mestre orientadoras: qualidade, diversidade e baixos preços de bilheteira (ou seja soube ser um testemunho evidente do que é Serviço Público). Durante todos estes anos passaram pelos palcos do Forum da Maia, no âmbito desta iniciativa, centenas e centenas de Companhias e Grupos Profissionais, oriundos de todas as partes do mundo e que garantiram, de forma sistemática “casa cheia” com um público que está absolutamente fidelizado.

A Câmara Municipal da Maia soube transformar este Festival numa instituição, porque lhe assegurou continuidade sob uma bitola rigorosa de exigência. Exigência em relação à qualidade do produto cultural disponibilizado à população, exigência no controlo de custos e exigência na organização. A estas exigências o Art’Imagem sempre soube corresponder, e bem.

O Festival Internacional de Teatro Cómico da Maia nunca foi palco para o humor simples da graça fácil. Bem pelo contrário, o humor do Festival é quase sempre difícil, elaborado, cáustico e incomodativo. Incomodativo das consciências individuais e colectivas acomodadas. Neste período em que Portugal vive uma profunda crise, que é económica e financeira mas que também é de valores, muito especialmente de valores associados à cidadania e aos direitos e deveres de cidadania, crise essa que resulta da subserviência a um modelo de desenvolvimento (que não é apenas português) que se revelou incapaz de sustentar a médio e a longo prazo os objectivos de Abril, é muito importante a existência de espaços de crítica social construtiva, que levem as pessoas a reflectir e a agir.

O Festival Internacional de Teatro Cómico da Maia, pela sua capacidade de interpeladora, é, sem dúvida que é, um desses espaços sociais de reflexão e estímulo à acção individual e colectiva em prol de uma sociedade mais responsável e portanto mais livre, de uma sociedade mais justa e portanto mais inclusiva.

 

O Presidente da Câmara Municipal da Maia,         
(António Gonçalves Bragança Fernandes)
 
O Vereador do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Maia,
(Mário Nuno Alves de Sousa Neves)

 

Mais inf. aqui.