Ferramentas Pessoais

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Entrada / Notícias e Eventos / "A Evolução de Darwin" - Exposição Comemorativa na Fundação Calouste Gulbenkian

"A Evolução de Darwin" - Exposição Comemorativa na Fundação Calouste Gulbenkian

Uma dupla efeméride faz de 2009 um ano de celebração mundial de Charles Darwin: por um lado comemoram-se os 200 anos do seu nascimento e por outro, os 150 anos da publicação da sua obra fundamental, a Origem das Espécies.

A Fundação Calouste Gulbenkian vai associar-se às várias homenagens que se realizam um pouco por todo o mundo através da exposição "A Evolução de Darwin" que vai abrir ao público nos mil metros quadrados da Galeria Principal da sua sede, a partir de 13 de Fevereiro e até 24 de Maio deste ano. Trata-se da maior exposição mundial alguma vez dedicada ao fundador do evolucionismo e ao seu legado. A inauguração terá lugar no próprio dia do nascimento de Charles Darwin, dia 12 de Fevereiro.

"A Evolução de Darwin" é comissariada pelo biólogo José Feijó e integra elementos conceptuais inteiramente  novos, desde o contexto histórico que Darwin herdou, até ao legado da evolução para a Biologia moderna. Recria com rigor histórico a fascinante vida de Charles Darwin e os vários acontecimentos que marcaram a sua vida e que se reflectiram na sua formação e na sua obra e integra elementos realizados pelo Museu Americano de História Natural de Nova Iorque.

A exposição integra uma réplica do barco Beagle (realizada pelo Museu de Marinha), no qual, em jovem, realizou a volta ao mundo, e que foi determinante para o germinar das suas ideias. Esta viagem é ilustrada com réplicas dos animais e plantas que foi observando. No jardim, exemplares vivos de plantas e de animais cedidos pelo Jardim Zoológico (iguanas, tartarugas, tatus), recriam a fauna e flora que Darwin encontrou nesta viagem, com as impressões registadas nas páginas dos seus diários.

Perante a inexistência de qualquer imagem de Darwin em jovem, foi encomendada uma reconstituição da sua fisionomia com a idade de cerca de 18 anos a uma das melhores especialistas mundiais em reconstituições antropomórficas. Essa imagem será uma das singularidades da mostra.

Os visitantes podem ver também imagens do seu escritório/laboratório, uma recriação do caminho que diariamente percorria a pé, na pequena localidade onde viveu praticamente toda a sua vida e onde foi consolidando a sua teoria, mais tarde corporizada na obra A Origem das Espécies. O impacto e o escândalo provocados pela publicação do livro estarão também documentados na mostra.

Para além de ilustrar os contextos histórico-científicos de Darwin, a exposição estabelece uma ponte para o século XX com uma alusão às principais figuras que deram corpo à síntese neo-darwinista que hoje vigora como denominador comum da Biologia. A referência à descoberta do DNA vai ser ilustrada por uma enorme escada, desenhada por um arquitecto britânico, da qual se sai por um escorrega de RNA que aterra numa zona onde os visitantes mais jovens serão convidados a escrever uma carta a Darwin, algumas das quais serão expostas semanalmente.

Um vídeo interactivo sobre a Árvore da Vida será apresentado em estreia mundial na abertura da exposição e um filme sobre Charles Darwin estará à disposição dos visitantes.

Paralelamente à exposição haverá um ciclo de oito conferências com algumas das autoridades mundiais no âmbito de Darwin e do evolucionismo.

Foi estabelecido um protocolo com o Ministério da Educação de que resultou uma série de contactos directos com professores de todo o país e um pacote-escola de divulgação e de apoio que inclui uma biografia de Darwin, um livro sobre evolução e um manual de visita à exposição adaptado a todos os tipos de ensino. Em virtude deste protocolo já estão esgotadas todas as visitas guiadas para escolas, até ao fim da exposição.

A Câmara Municipal de Oeiras adquiriu a mostra para o seu concelho, permitindo que seja transformada num futuro Museu. Foi também estabelecido um programa de itinerâncias que inclui o Museu Nacional de Ciências Naturais de Madrid, e outras cidades em Portugal e em Espanha.


A Evolução de Darwin
Fundação Calouste Gulbenkian

Galeria de Exposições Temporárias da Sede
13 Fevereiro a 24 Maio
Preço 4€
Horário: terça a domingo, 10h-18h