Ferramentas Pessoais

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Entrada / Notícias e Eventos / "BALLETEATRO"

"BALLETEATRO"

No próximo dia 22 de fevereiro, sábado, 21h30, no Fórum da Maia, com entrada livre, no âmbito do Ciclo de Dança da Maia, terão lugar dois espetáculos, apresentados pela Escola Profissional Balleteatro do Porto.

A primeira parte intitula-se “Perspetivas de Carlos Silva” e será interpretada pelos alunos do 3º ano do curso de dança, e a segunda parte “ Offdança.pt”, sob a direção de Ricardo Machado, levado à cena pelos alunos do 2º ano do curso de dança .
“Perspetivas de Carlos Silva “
Performance a partir da obra, pinturas e poemas de Adão Cruz.
Próxima Geração
O programa próxima geração vai ao encontro de uma das principais missões do Balleteatro que é o trabalho dedicado especialmente para jovens intérpretes e criadores.

Direção | Carlos Silva Interpretação | Ana Luísa Oliveira, Ana Rita Moreira, Bárbara Gomes, Bruno Marques, Diana Machado, Diogo Borges, Diogo Santos, Diogo Almeida, Elisabete Campos, Flávia Nogueira, Inês Barros, Mariana Barbosa, Miguel Nogueira, Patrícia Barreto, Paula Oliveira, Raquel Magalhães, Sara Marques, Sarah Jane, Tânia Pinto, Sara Lopes, Xavier Belinha [alunos do 3º ano do curso de dança do balleteatro escola profissional]
Música ao vivo de Gustavo Doutela

“OFFDANÇA.PT”
Há um primeiro impacto muito direto provocado pelo contacto com a Carta Coreográfica: ela impele-nos o ato de fazer. A forma imagética como este mapa do corpo e da dança foi desenhado, sugere-nos ações de resposta imediatas. Ela coloca-nos nesse valioso lugar da descoberta, num nível de (re)experimentação do movimento, a partir de um modo de ser e de estar que é o de um corpo comum.
As leituras possíveis desta Carta são, óbvia e desejavelmente, múltiplas, mas não escondo que o que dela decidi recortar como matéria para este trabalho são os dois temas que mais continuamente me têm ocupado nos últimos processos de criação. Em primeiro lugar, interessa-me o movimento quotidiano que se transforma em dança; em segundo, interessa-me mostrar o corpo, na sua forma de estar mais simples, em palco.
Que movimento germina num corpo sob a premissa de uma génese que vem da quietude e de um simples modo de estar presente num determinado espaço-tempo?
Talvez possamos começar por pentear a sobrancelha direita todos em conjunto. Talvez possamos terminar justamente da mesma forma. Ou talvez possamos permanecer, justamente, nessa forma.
Que movimento germina num corpo sob a premissa de que a sua identidade efetiva não será provocada por um modo de estar eminentemente artístico?
Talvez possamos começar por acumular camisolas e casacos e cachecóis e xailes e gorros e boinas e luvas. Talvez possamos sobrepô-los em nós para nos tornarmos menos reconhecíveis. Ou talvez possamos, simplesmente, encontrar a dança desse outro corpo que é nosso.
Direção | Ricardo Machado
Interpretação| Afonso Cunha, Ana Filipa Sousa, Ana Francisca Vieira, Ana Rita Silva, Andreia Alpuim, Ândria Gonçalves, Bárbara Sequeira, Beatriz Machado, Beatriz Martins, Bruno Santos, Catarina Teixeira, Filipa Duarte, Gabriela Barros, José Meireles, Katycilanne Reis, Luana Andrade, Márcio Duarte, Maria Inês Portela, Paulo Faria, Raquel Santos, Renata Coimbra, Renata Calado, Rui Machado, Sara Barbosa [alunos do 2º ano do curso de dança do balleteatro escola profissional].

Entrada livre.
Para mais informações: 229408643