Ferramentas Pessoais

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Entrada / Notícias e Eventos / Balanço do Fazer a Festa na Maia

Balanço do Fazer a Festa na Maia

Cerca de 4.000 espectadores assistiram ao FAZER A FESTA de 2009 !

Encerrou a 28ª edição do FAZER A FESTA - Festival Internacional de Teatro, evento organizado pelo Teatro Art'Imagem que decorreu de 25 de Abril a 3 de Maio e que, pela primeira vez no seu historial de 28 anos consecutivos, não foi apresentado na cidade do Porto mas sim, na cidade da Maia, na Quinta da Caverneira, em Águas Santas.

Foram apresentados 19 espectáculos diferentes e um total de 29 representações. Dez das vinte e três representações realizadas em espaços fechados (Fórum da Maia, auditório da Quinta da Caverneira e Tenda Café-Teatro) tiveram lotação esgotada. Os seis espectáculos ao ar livre tiveram entre 200 a 600 espectadores.

Contou com a presença de 20 companhias. Por ordem de entrada em cena: ESTACA ZERO TEATRO - TEATRO REGIONAL DA SERRA DE MONTEMURO - RENATA PORTAS (espectáculo residente, em estreia absoluta) - TEATRO DE FORMAS ANIMADAS - TEATRO DAS BEIRAS - TEATRO ART’ IMAGEM - TRIGO LIMPO/TEATRO acert - TENDA DE SAIAS - ASSEMBLEA TEATRO (Itália) - ERVA DANINHA – CRENDREV - ENTRETANTO TEATRO - INSTITUTO SUPERIOR JEAN PIAGET - CIA CASA AMARELA (Brasil) - MAU ARTISTA/TENDA DE SAIAS/Primeiro Andar - MARIONETAS DA FEIRA - BALLETEATRO ESCOLA PROFISSIONAL - CIA FATO DE TEATRO (Brasil).

Integrado no “Fazer a Festa”, foi apresentada a 1ª edição da MAD – Mostra Anual de Dramaturgia, um fórum teatral cujo objectivo principal é incentivar a nova dramaturgia portuguesa e que consistiu na apresentação, sob a forma de leituras encenadas, de peças inéditas (não estreadas em palco). Nesta 1ª edição, cuja direcção artística esteve a cargo do dramaturgo Jorge Louraço Figueira e José Leitão, foram apresentados textos de Jorge Palhinhos, Rui Pina Coelho, José Maria Vieira Mendes, Pedro Eiras, Tiago Rodrigues, dirigidos por cinco jovens encenadores (Valdemar Santos, Sílvia Correia, Ricardo Correia, Armando Pinho e Fernando Moreira) e interpretadas por um total de 18 actores. Cerca de 100 pessoas acompanharam a MAD’ 09.

Nas actividades paralelas à programação teatral os socalcos dos jardins da Quinta da Caverneira foram decorados com o espaço “Photo Theatro” (uma dezena de figuras onde os espectadores podiam fotografar-se como se fossem personagens teatrais e com objectos de arte concebidos por alunos do curso de Artes Plásticas da Escola Superior Artística do Porto.

Todas as actividades do “FAZER A FESTA” de 2009” movimentaram cerca de 140 pessoas, entre organizadores, artistas, técnicos e produtores.

Espera-se que no próximo ano, em condições de dignidade, o “Fazer a Festa – Festival Internacional de Teatro” volte aos jardins do Palácio de Cristal, seu “habitat” natural, e que os munícipes portuenses que, ao longo de 27 anos, têm aos milhares acompanhado as várias edições do “Fazer a Festa”, património cultural da cidade, possam de novo contar com um dos mais antigos festivais de teatro português.

 

Entretanto, também na Maia, serão desenvolvidos novos projectos e parte importante do trabalho da companhia.