Ferramentas Pessoais

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Entrada / Notícias e Eventos / Fazer a Festa na Maia

Fazer a Festa na Maia

A 28ª edição do Fazer a Festa - Festival Internacional de Teatro vai realizar-se este ano na Maia com o apoio da Câmara Municipal da Maia. Assim, a Quinta da Caverneira, em Águas Santas, Maia, recebe o festival de 25 de Abril a 3 de Maio.

 

O terceiro festival de teatro mais antigo do país apresenta um programa composto por 18 companhias vindas de variadas regiões do país, Chile, Itália e Brasil. Os espectáculos vão decorrer no auditório Municipal da Quinta da Caverneira, ao ar livre e em tendas, uma das quais irá acolher em permanência a estreia do espectáculo de Renata Portas baseado na fábula sobre emigração "Animais Nocturnos", do espanhol Juan Mayorga, um dos grandes dramaturgos espanhóis da actualidade. Diariamente, há espectáculos para crianças.

No auditório, de quarta-feira (29 de Abril) a Domingo (3 de Maio) e sempre às 21.30h, subirão ao palco quatro companhias estrangeiras e uma das mais antigas prestigiadas companhias portuguesas, O Cendrev - Centro Dramático de Évora, que apresentará "Memórias de Branca Dias".

De Santiago do Chile chega um espectáculo que aborda o difícil tema das drogas, intitulado "El Final es Donde Parti", da Companhia Teatral Ventus. De Itália virá uma companhia bem conhecida internacionalmente, a Assemblea Teatro que nos contará o drama vivido pelas mulheres argentinas que durante as ditaduras militares que flagelaram a Argentina nos anos 70/ 80, viram os seus filhos desaparecer e serem mortos. Essas mães (hoje avós) "desfilaram" durante muitos anos com as fotos dos seus entes queridos na Praça de Maio, em Buenos Aires, apelando ao regresso dos seus desaparecidos.

Do Brasil, uma presença habitual no Fazer a Festa, chegam dois grandes espectáulos. "Candim" pela Cia Casa Amarela, fala-nos, de uma forma poética e retrospectiva da juventude de um dos maiores pintores brasileiros de todos os tempos, Cândido Portinari.

O último espectáculo do Festival "Soltando os Cachorros" é da autoria da Cia Fato de Teatro. Uma homenagem a três grandes escritoras brasileiras do século XX que, pela sua ousadia e modernidade foram perseguidas, vilipendiadas e apoiadas de desbocadas e pornográficas, consideradas malditas, mesmo entre os seus pares das letras. Textos provocadores que falam do amor, do sexo e do desejo, da pátria e da política, do feminino e do masculino, da liberdade em suma.

A programação das 23.30h na tenda do café-teatro é preenchida por três companhias emergentes, jovens criadores que começam a dar que falar na cena teatral portuense e que vêm da Fábrica, um ninho de criatividade em evolução. São elas, o Mau Artista que juntamente com a Tenda de Saias e o 1º Andar apresentam a co-produção "Começo de um Dia de Verão muito Bonito". Outra, a Erva Daninha apresentará um espectáculo que cruza linguagens performativas e circenses, num solo de novo circo chamado "Trinspira".

Novamente a Tenda de Saias agora com um espectáculo a solo "Xata", um projecto de poesia teatral com grandes nomes da poesia portuguesa, da clássica ao popular, com humor, para nos mostrar que a poesia não é chata.

Já consagrada e com muitos anos de actividade o Entretanto Teatro apresentará "Invasão", uma incursão humorada sobre as invasões francesas ... ou as nossas próprias invasões e evasões... ou sobre personagens e histórias que fizeram a grande História.

As tardes de sábado e Domingo e do feriado do Primeiro de Maio são dedicados aos espectáculos para toda a família, à 15.30h, ao ar livre e gratuitos.

Estarão presentes, a jovem companhia Estaca Zero com um divertido espectáculo "Serafim e Malacueco" uma criação colectiva que não distingue os actores dos espectadores. O Teatro de Formas Animadas do consagrado Marionetista Marcelo Lafontana apresentará o hilariante espectáculo de robertos "Mamulengo e João Redondo" numa barraquinha colorida. O Próprio Teatro Art' Imagem também dará a conhecer uma outra versão de uma conhecida história "O Capuchinho, a avózinha, o lobo-mau e talvez o caçador". Os alunos do Piaget mostrarão as suas marionetas que ocuparão os jardins, contando-nos as suas histórias nas "Marionetas na Quinta". Também de bonecos é o espectáculo "Puppetulogia", uma alegre viagem ao mundo mágico das figuras animadas.

No primeiro fim-de-semana, pelas 16.30h, mas agora no auditório, dois espectáculos para miúdos e graúdos apresentados por duas conceituadas companhias de teatro portuguesas. O Teatro Regional da Serra Montemuro com "Mãos Grandes", uma história de mistério e aventuras de dois irmãos que vivem numa pequena aldeia da Beira Alta. O Teatro das Beiras com "Lol Pop" contar-nos-à  a história de três amigos num dia-a-dia recheado de desafios, peripécias e obstáculos.

Para as escolas, subirá ao palco do Fórum da Maia, a belíssima história de Luís Sepúlveda "História de uma Gaivota e do gato que a ensinou a voar", um hino à amizade e um apelo à harmonia entre os seres que habitam o nosso planeta.

Nas actividades paralelas do Fazer a Festa haverá um espaço chamado Photo Teatro, onde todos  se poderão fotografar com grandes personagens do teatro e ainda as instalações artísticas que decoram a Quinta, trabalhos de algumas Escolas Artísticas do Porto.

Para terminar e integrado neste grandioso programa do Fazer a Festa, será apresentado MAD' 09 - 1ª Mostra Anual de Dramaturgia, iniciativa do Teatro Art' Imagem, coordenado pelo dramaturgo Jorge Louraço Figueira que tem como objectivo incentivar a nova dramaturgia portuguesa, permitindo a sua divulgação e experimentação cénica.

Um fórum teatral, especialmente dedicado à divulgação de novos textos dramáticos portugueses, respondendo, por um lado, ao interesse dos criadores em explorar novos textos com vista à sua eventual encenação, promovendo o encontro e debate entre dramaturgos, encenadores, tradutores, críticos, estudantes, artistas de teatro em geral e demais públicos interessados.

 

 Consulte a programação em: