Ferramentas Pessoais

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Entrada / Notícias e Eventos / "MALCONTENT"

"MALCONTENT"

Os “Malcontent” atuam no espaço Café Concerto do Fórum da Maia, no próximo sábado, 10 de maio, em concerto agendado para as 23h00.

Formação e primeiras demos

2006, o momento adequado para surgir uma sonoridade ainda pouco explorada em Portugal. Apesar de um vasto número de bandas e projetos musicais enquadrados no denominada cena indie, as referências noise-rock permaneciam sem expressão prática no universo musical português.

Inspirado em bandas como Jesus and Mary Chain, My Bloody Valentine, BRMC, Velvet Underground, Sonic Youth e até mesmo Nine Inch Nails, Sérgio Costa decidiu avançar para a gravação (em estúdio rudimentar) de algumas canções.

Aggressive, It’s All In Your Mind em 2007 e Scream Dream em 2008 foram os primeiros temas de Malcontent a rodar nas rádios portuguesas e desde logo suscitaram considerável interesse. Estava dado o primeiro passo em direção a um eventual álbum de estreia

O convite a músicos adicionais formaliza a constituição de uma banda (inicialmente um trio) e permite as primeiras actuações sobretudo na área do Porto, mas com uma fugaz passagem por Londres. Um concerto com reduzida audiência que serviu, no entanto, para garantir maior exposição mediática.

“Love The Gun”

Com um vasto número de canções, os Malcontent seguem para estúdio dando início à gravação do primeiro longa-duração. 

Gravado ao longo de 2009, com avanços e recuos na produção, o álbum “Love The Gun” foi totalmente financiado por meios próprios. 

Lançado a 18 de Dezembro de 2009, “Love The Gun” rapidamente conquistou interesse no universo radiofónico português garantindo maior e natural exposição.

Sem qualquer apoio promocional, os Malcontent iniciam, em 2010, uma tournée com concertos em vários pontos de norte a sul do país. O álbum “Love The Gun”abre portas à atuação no Festival Super Bock Super Rock 2010, após vitória no SBSR Preload no Music Box em Lisboa.

Madrid seria entretanto palco de nova atuação no exterior. Apesar das condições logísticas menos favoráveis, o entusiasmo demonstrado pela audiência que enchia o espaço fez prova da forma muito positiva como o público recebeu uma banda até então desconhecida na capital espanhola.

Após intensa atividade na primeira metade do ano, o segundo trimestre de 2010 ficaria marcado por atuações pontuais. O mesmo cenário verificar-se-ia nos primeiros meses de 2011, ainda assim com momentos de grande aceitação por parte do público.

A hipótese de um segundo disco de originais começava a ganhar cada vez maior consistência.

“Erased”

Na primavera de 2011, os Malcontent regressam a estúdio para a gravação de um eventual segundo álbum. Uma hipótese entretanto gorada face a incontornáveis divergências musicais no seio da banda.

Perante o arrastar da produção de novos temas em estúdios, Sérgio Costa e Filipe Pereira (então os membros preponderantes da banda) decidem avançar para a edição de um EP de quatro músicas.

“Erased”, editado apenas em plataformas digitais em Abril de 2012, é mais um trabalho financiado por meios próprios e promete ser o impulso necessário para a concretização, a médio-prazo, de um novo álbum de originais. Um EP que se assume como ponto de transição para uma nova fase dos Malcontent.

2013/14

2013 marca o início de uma nova fase com o ingresso de Jorge Oliveira como baixista da banda. Os Malcontent estão de regresso aos palcos com novo trabalho discográfico.

 

Bilheteira: 5,00€

Reservas e Informações: 229408643