Ferramentas Pessoais

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Entrada / Notícias e Eventos / Um concerto inesquecível repleto de surpresas agradáveis

Um concerto inesquecível repleto de surpresas agradáveis

Após várias semanas de intenso trabalho, os Pequenos Cantores da Maia puseram em palco um espectáculo que surpreendeu o muito público que quase lotou o grande auditório do Fórum da Maia, no Dia de Ano Novo.

Começando por levar à cena uma representação ao vivo, com personagens de carne e osso, do Presépio, intitulada “Era uma vez há 2010 anos”, os Pequenos Cantores da Maia criaram na sala um ambiente muito próprio desta quadra natalícia, sublinhando cada quadro Bíblico, com belas canções de Natal, na sua maioria inéditas e originais que ali foram apresentadas em estreia absoluta. Esta foi uma das primeiras surpresas do concerto que contou com a participação empenhada e entusiástica dos pais dos pequenos artistas.

O espectáculo prosseguiu com a interpretação de algumas canções do projecto “O Pzzim é um raio de energia”, também inéditas e originais que o público aplaudiu com calorosas ovações.

Outra das surpresas foi a apresentação do mais recente elenco dos Jovens Cantores da Maia – Amigos da Música -, que se estrearam cantando “Viva a amizade”, num formato totalmente novo e adaptado a uma formação deste género vocal.

Este concerto solidário cuja receita de bilheteira reverteu inteiramente a favor da Causa da Criança, instituição que se fez representar pela sua Vice-Presidente, Drª. Graça Araújo de Barros, que subiu ao palco para agradecer aos Pequenos Cantores, ao seu Maestro, Victor Dias e ao seu Patrono, Engº. Bragança Fernandes, todo o apoio e carinho dispensados a instituição, terá servido também para divulgar o trabalho de assistência às crianças e jovens em risco que é realizado na sua casa da Prozela, em Vila Nova da Telha.

A maior surpresa do Concerto de Ano Novo estava guardada para o final, quando o Maestro Victor Dias entregou formalmente ao Presidente da Câmara Municipal e Patrono dos Pequenos Cantores da Maia, Engº. Bragança Fernandes, o “Hino da Maia”, em versão sinfónica, interpretado pelo tenor Armando Tavares, acompanhado pelos Pequenos Cantores da Maia, pelos pais e pelo público, sob a Direcção do seu compositor.

Após a interpretação do Hino da Maia, o Edil subiu ao palco e, visivelmente, emocionado afirmou que levaria em conjunto com o Vereador do Pelouro da Cultura, Dr. Mário Neves, uma proposta à Câmara Municipal e à Assembleia, no sentido de que o mesmo fosse adoptado como Hino Oficial do Município da Maia.

O espectáculo teve uma forte componente visual, com a projecção contínua, ao longo de todo o concerto, de animações em vídeo que ilustraram com imagens alusivas ao conteúdo semântico das canções, todos os temas interpretados pelos Pequenos Cantores, numa realização de António Aguiar.

À excepção de dois temas, todas as músicas foram compostas por Victor Dias, numa parceria com Mizé Rouxinol, autora de todos os textos e letras das canções que constituíram o programa do concerto.