Ferramentas Pessoais

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Entrada / Notícias e Eventos / "Bilan"

"Bilan"

O cantor cabo-verdiano Bilan atua no próximo sábado, 26 de julho, 22h00, no Café Concerto do Fórum da Maia.

Bilan, Elton Jorge Martins Lima nasceu a 10 de Fevereiro 1981, na cidade do Mindelo, ilha de São Vicente. O seu interesse pela música começou desde cedo: os primeiros acordes vieram da guitarra que o seu pai Alcindo Manuel dos Reis Lima tinha em casa e de alguns álbuns estrangeiros em vinil que ia ouvindo.
Aos 17 anos, junta-se a outros músicos e torna-se baixista de uma banda chamada Freak, que agarrava o Rock num estilo mais cosmopolita e urbano, influenciada pelo movimento Grounge que se vivia nos anos 90 nos Estados Unidos.
Em 1999, muda-se para Portugal para estudar Gestão Desportiva. Mal terminou o curso percebeu que o futuro só poderia passar pela música. Nessa altura fez parte do grupo Refilon, formado por músicos de origem caboverdiana que se juntaram em Lisboa. Foi nesta altura que começou a dar os primeiros passos como compositor. Daí começa a emergir a sua linguagem interior que influenciaria toda a sua composição musical, marcada pela liberdade criativa e capacidade de misturar diferentes estilos. Ao longo do tempo tem estudado e experimentado várias referências musicais, na reinvenção da própria individualidade melódica, onde mistura, ainda, vivências urbanas e todo um conjunto de fatores sócio-culturais e naturais dos lugares por onde vai passando.
Em 2008 lança um EP com cinco músicas, "Ar/Água", que representa a mistura de estilos e influências; e que viaja entre sons como "Água Quente" e “Procura causa”, com uma toada bossa-nova ligada a uma proposta de afrobeat crioulo ("Dia d’Manha"). Sem receios experimenta, ainda, uma melodia mais suave na sua versão de "Papá Jukim Paris", a música eternizada por Cesária Évora.
Três anos depois grava ao vivo na Casa da Música, Porto (Portugal) o projeto Sur le Niger. Esta oportunidade surgiu devido à participação no Festival sur le Niger (Mali), um disco ao vivo com o músico maliano, Madou Sidiki Diabate que, além de tocar, foi responsável pela mistura do instrumento Kora na sua música. Este projeto contou ainda com a participação de Custódio Castelo, músico e compositor português na guitarra portuguesa.
Em 2012 gravou o seu primeiro disco “ILHA” que se encontra em processo de edição.
Concertos realizados.
Cabo verde, Festival Baia das Gatas com o grupo Freak
Também já participou: Festival Músicas do Mundo de Sines, Festival Etnias, Festival Andanças, Festival OLLIN KAN, Festival do Teatro Cómico da Maia, Fiestizaje, Festival Sur le Niger (Mali), Guimarães Capital Europeia da Cultura and Satchmo Eslovenia com o projecto Spera Mundi , Teatro Vila Real, Festival Ecos da Terra, Sub-Escuta, Cinema Batalha Porto, Teatro Sá da Bandeira; Teatro Municipal da Guarda, Teatro Municipal de Faro, Clube Ferroviário…

Bilheteira: 4,00€

Foto/créditos: Almedina Mestrovac e Sara Kozlovic