Ferramentas Pessoais

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Entrada / Notícias e Eventos / Teatro Art' Imagem leva à cena "O VOSSO PIOR PESADELO"

Teatro Art' Imagem leva à cena "O VOSSO PIOR PESADELO"

De 28 de janeiro a 2 de fevereiro, o Teatro Art'Imagem apresenta no Auditório da Quinta da Caverneira, a peça de teatro "O Vosso Pior Pesadelo", com texto de Manuel Jorge Marmelo e encenação de José Leitão.

 

Sessões: 28 janeiro a 1 de fevereiro (3ª a sábadoª): 21h30 

                2 fevereiro (domingo): 16h00

 

Sinopse:

Dentro de uma jaula está um homem ajoelhado e com as mãos presas atrás das costas, cabeça baixa. Num canto da jaula, há um balde destinado às necessidades fisiológicas do prisioneiro.

A ação decorre numa prisão de alta segurança e acompanha o dia-a-dia de violência a que é sujeito um prisioneiro especial acusado de terrorismo, um comediante que não chora nem se lamenta das brutais agressões de que é vitima, corporizadas pelo soldado e oficial que ficam atónitos com a sua atitude. O espetáculo é representado como uma comédia negra, aproximando-o de uma farsa trágica, oscilando entre a gargalhada franca e o sorriso amarelo, o riso libertador e a reflexão, parodiando obscenamente agressões físicas e mentais perpetradas sobre o prisioneiro, procurando chegar ao público de forma a que este participe, física e mentalmente, num exercício “quase” sadomasoquista...

A peça pretende questionar a impunidade que atravessa a nossa sociedade e as muitas formas de violência que se abatem sobre os cidadãos que vivem em democracias mais ou menos duras ou em ditaduras mais ou menos democráticas...

Uma encenação “Guantánamo-teatral” onde qualquer parecença com a realidade é pura coincidência…

Manuel Jorge Marmelo (1971) é um escritor e jornalista português de quem o Teatro Art’Imagem já levou à cena em 1999 uma versão cénica do seu romance “Português, Guapo y Matador”.

Estreou-se como jornalista em 1989 no jornal diário Público, onde esteve desde a fundação do periódico, tendo saído muito recentemente. Recebeu em 1994 o prémio de jornalismo da Lufthansa e em 1996 a menção honrosa dos prémios Gazeta do Clube de Jornalismo/Press Club.

Em 1966 inicia a sua carreira de escritor com o “Homem que Julgou Morrer/O Casal Virtual”. No ano seguinte, lança o romance “Português, Guapo y Matador”.

Entretanto, ganha o prestigiado Grande Prémio do Conto Camilo Castelo Branco em 2004 com a obra “O Silêncio de um Homem Só”.

As suas mais recentes obras publicadas são, em 2011 "Uma Mentira Mil Vezes Repetida", 2012“Somos todos um bocado Ciganos”. Já em 2013 publica "Crónicas do Autocarro" e "Zero à Esquerda". A peça “O Vosso pior Pesadelo” ainda não publicada, foi propositadamente escrita, para levar à cena pelo Teatro Art’Imagem e é a sua terceira incursão teatral, depois de "O Casal Virtual" e a já referida versão cénica de "Português, Guapo y Matador".

Desde Julho de 2001, o seu nome consta do “Dicionário de Personalidades Portuenses do Século XX”, da Porto Editora, sendo o mais jovem dos nomes biografados.



Texto Original Manuel Jorge Marmelo | Direção e Encenação José Leitão | Interpretação Flávio Hamilton, Miguel Rosas e Pedro Carvalho.

Bilhete normal: 5€ | Estudantes, M/65 e profissionais das artes cénicas: 3€