Ferramentas Pessoais

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Entrada / Notícias e Eventos / "OS NOMES OPACOS QUE DAMOS ÀS COISAS"

"OS NOMES OPACOS QUE DAMOS ÀS COISAS"

Em parceria com a Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto apresentamos, de 22 de abril a 31 de julho, o trabalho dos artistas/estudantes do Mestrado em Práticas Artísticas Contemporâneas (MPAC)

Trata-se de um ciclo expositivo composto por quatro momentos sob a designação “Os nomes opacos que damos às coisas”. Uma espécie de homenagem à obra, tão importante, de Eco mas, também, um importante statement sobre as formas de intervir da arte e dos artistas.
O "Momento I", intitulado de "A noite toda de súbito", decorre de 22 de abril até 8 de maio de 2016, no qual participam os artistas João Pedro Amorim, Mariana Rocha, Serena Barbieri e Léa Ducs. Segue-se o "Momento II", intitulado de "Nas pequenas coisas", patente de 20 maio a 5 junho, com Tânia Geiroto Marcelino, Maria Leonor Figueiredo, Maria Luiza, Hugo Santos e Rita Medinas Faustino.
Os grupos constituídos partem de uma orgânica ascendente e não de qualquer imposição. São grupos que se constituem voluntariamente e em forma de aproximações várias, desde as conceptuais às simplesmente formais ou até afetivas. A cada um dos grupos é acrescentada a presença de um artista que já passou pelo MPAC, ultrapassando-se preconceitos e barreiras entre quem já é e quem quer ser.
As exposições incorporam no seu âmago a diversidade das possibilidades em aberto nos nossos dias, desde a pintura em diálogo com o vídeo, como o desenho e o som transformado em elemento escultórico ou, então, aquelas intervenções que já não são sequer rotuláveis por conterem variadas disciplinas entretanto saudavelmente ultrapassadas por uma lógica de liberdade que privilegiamos no nosso fazer saber artístico.

ABERTA AO PÚBLICO: de terça a domingo das 09h00 às 22h00
Gratuito
CONTACTOS: 229408643 | margarida.fonseca@cm-maia.pt
FÓRUM DA MAIA | CENTR’ARTE