Ferramentas Pessoais

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Entrada / Notícias e Eventos / Fragmento de Vaso de Tipo Campaniforme

Fragmento de Vaso de Tipo Campaniforme

Peça do mês Novembro

Vaso de Tipo Campaniforme

No território do concelho da Maia, os vasos campaniformes foram identificados em depósitos realizados nas imediações dos monumentos funerários do período Neolítico, Mamoa 2 e 5 do Leandro, e em locais de significado coletivo: o Recinto de Fossos da Forca, Aldeia Nova, Castêlo da Maia e a Bouça da Cova da Moura, Ardegães, Águas Santas.

Os vasos de tipo campaniforme caracterizam genericamente pela sua forma em campânula invertida e pelo estilo decorativo organizado em bandas horizontais.

A datação para um contexto com vaso campaniforme no concelho da Maia é o início da segunda metade do IIIº milénio a. C. (período Calcolítico), realizada no sítio arqueológico da Forca, Castêlo da Maia.

 

Designação: recipiente cerâmico, vaso campaniforme.
Número de inventário: GA.ARDG.03095.
Descrição: fragmento de um recipiente de tipo campaniforme, decorado através da técnica da incisão.
Matéria: cerâmica.
Proveniência: Bouça Cova da Moura, Ardegães, Águas Santas.

 
Gabinete de Arqueologia, Câmara Municipal da Maia