Ferramentas Pessoais

Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Você está aqui: Entrada / Notícias e Eventos / Primavera da Música encerra este fim-de-semana

Primavera da Música encerra este fim-de-semana

O Festival de Música da Maia, edição 2008, encerra este fim-de-semana com algumas novidades.

 

Sexta-feira, 30 de Maio, às 14h30, haverá um concerto de carácter pedagógico dedicado às crianças, com a participação da Orquestra dos alunos do Conservatório de Música da Maia, com um programa totalmente pensado para o público de palmo e meio.

 

À noite, sobe ao palco o Quinteto de Metais Gaudette, constituído por alguns músicos da Orquestra Nacional do Porto, que irá apresentar um leque de várias obras, bastante conhecidas do público.

A segunda parte do concerto será da responsabilidade do Coral Jovem de Gondim que aceitou o repto do Festival, para recuperar muito do seu repertório e proporcionar ao público, um espectáculo que é assim uma espécie de musical, à sua maneira, com temas de bandas míticas como os Queen, Scorpions, Beatles ou de canções portuguesas de cantores como Zeca Afonso ou Luís Represas.

Esta noite que promete e em parte é realizada com a prata da casa, acontece em substituição do concerto inicialmente previsto, com a Orquestra dos alunos do Conservatório de Lisboa, que por razões alheias à vontade da organização não vai participar no Festival.

 

Coral Sinfónico com os antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra e a Orquestra Clássica do Centro

 

Sábado, 31 de Maio, às 21h30, o palco do grande auditório do Fórum da Maia acolhe um espectáculo imponente com os antigos orfeonistas de Coimbra e a Orquestra do Centro, num concerto que se espera memorável e cujo programa inclui na primeira parte coros de óperas famosas, de Verdi e Puccini, além de corais sinfónicos de grande efeito, como as cantatas cénicas Carmina Burana de Karl Orff.

A segunda parte do concerto será integralmente constituída por música portuguesa, num ambiente musical que remeterá o público para as belas noites coimbrãs, arrebatando os corações dos espectadores pelo encanto das belas melodias e extraordinárias harmonias, com arranjos de José Calvário e do Maestro Virgílio Caseiro, que enfatizam o inenarrável sentimento da saudade.

Esperamos poder confirmar as expectativas e chegar ao momento de cair o pano sobre a Primavera da Música, afirmando que o Festival tem ainda mais encanto na hora da despedida. Mas fica a certeza de, muito em breve, voltarmos a ter mais música de qualidade no Fórum.